Make your own free website on Tripod.com

Novos Equipamentos

Garrafa de Leyden


Garrafa de Leyden

O primeiro acumulador de eletricidade estática da história, inventada em 1745 na cidade de Leyden. Uma lâmina metálica por dentro e outra por fora da garrafa de paredes isolantes permite o acúmulo de cargas de sinais contrários. Com o uso de um eletróforo, por exemplo, eletriza-se a parede interna da garrafa, mantendo a parede externa aterrada. O aterramento pode ser feito com o contato da própria mão. Usando um arco metálico faz-se contato de uma extremidade do arco com a parede externa da garrafa e aproxima-se a outra extremidade do arco da esfera ligada à parede interna da garrafa, o que provoca a ocorrência de uma descarga elétrica.

Lâmpada de Edison


Lâmpada de Edison

Considerada a maior de todas as conquistas da eletricidade,a lâmpada elétrica existe desde o final do século XIX, construída por Thomas Edison, que teve como maior desafio descobrir um material que, ao ficar incandescente, produzisse muito brilho e tivesse uma durabilidade razoável. Mais de mil materiais foram testados até que se chegasse ao tungstênio, material de que são feitos os filamentos das lâmpadas incandescentes que usamos hoje.

O filamento da lâmpada ao ser percorrido por uma corrente elétrica aquece, fica rubro e emite luz. No interior da lâmpada é feito vácuo para se evitar a combustão do filamento. Em outros casos usa-se um gás inerte.

Eletroscópio de folhas


Eletroscópio de folhas

Este Eletroscópio ao ser carregado, suas folhas se eletrizam com cargas de mesmo sinal. A repulsão que existe entre elas afasta uma folha da outra de forma significativa. Para saber se um corpo está eletrizado com carga do mesmo sinal ou de sinal oposto àquele com que foi carregado o Eletroscópio, basta aproximá-lo do mesmo. Se as folhas afastarem-se ainda mais, a carga é de mesmo sinal. Por outro lado, se o angulo entre as folhas diminuir, a carga do corpo é de sinal contrário ao da carga do Eletroscópio.



Entrada Novos 2